Menina com doença de envelhecimento precoce comemora 15 anos com corpo de 90



Uma adolescente que sofre de uma doença rara que causa envelhecimento precoce comemorou, no último fim de semana, seus 15 anos, no município de Candelaria, na Colômbia. Portadora da Síndrome de Huntchinson-Gilford (também chamada de progéria), Magali González Sierra está “aprisionada” em um corpo que parece o de uma mulher de 90 anos. Mesmo assim, ela já superou a expectativa dos médicos que acreditavam que ela não passaria dos 13 anos. As informações são do jornal “Daily Mail”.
De acordo com a publicação britânica, Magali tem dificuldades para se comunicar e depende de muitos remédios para sobreviver. Por isso, chegar aos 15 anos foi, de fato, motivo de comemoração para ela e sua família, que organizou uma festança para celebrar o momento.

Sofia, mãe de Magali, contou que a filha queria muito a comemoração. “Embora ela não possa dançar, ela queria que nós fizéssemos isso. Ela queria que as pessoas viessem vê-la e queria balões coloridos”, disse.

Por não ter mais cabelos, a jovem apostou em uma peruca para se enfeitar para a festa. “Acho que estou bonita”, disse a jovem à agência “AFP”. Ainda de acordo com a agência, a mãe de Magali, a doença da filha surgiu aos 10 meses, quando o corpo dela começou a envelher preocemente, com a pele endurecendo e os pêlos caindo. “Magali tem 15 anos e os ossos têm cerca de 90”, acrescentou a mãe.
Apesar de já ter vivido além da expectativa, os pais de Magali são confiantes. A jovem também. Ela pensa, em breve, em se tornar enfermeira.

Extra Online




O que achou do Post? Aproveite o espaço e comente

0 Comentário sobre: "Menina com doença de envelhecimento precoce comemora 15 anos com corpo de 90"

Postar um comentário

 

Total de visualizações de página

Cidades Acessando no Momento

Parceiros

© 2013 Varjota 24 Horas - Notícias Policial de Varjota e Região Todos os Direitos Reservados